>


sexta-feira, 7 de setembro de 2007

BRASIL..........PORTUGAL

Esta é nossa primeira postagem.
Começamos com simbolos.
Brasil
CORCOVADO



História

O Cristo Redentor é uma estátua localizada na cidade do Rio de Janeiro, a 709 metros acima do nível do mar, no morro do Corcovado. De seus 38 metros, oito estão no pedestal. Foi inaugurado às 19h15 do dia 12 de outubro de 1931, depois de cerca de cinco anos de obras e no dia 7 de Julho de 2007 foi votada como uma das novas sete maravilhas do mundo.
O Morro do
Corcovado antes da construção do Cristo Redentor.
A construção de um monumento religioso no local foi sugerida pela primeira vez em
1859, pelo padre lazarista Pedro Maria Boss, à Princesa Isabel. No entanto, apenas retomou-se efetivamente a idéia em 1921, quando se avizinhavam as comemorações pelo centenário da Independência.A estrada de rodagem que dá acesso ao local onde hoje se situa o Cristo Redentor foi construída em 1824. Já a estrada de ferro teve seu primeiro trecho (Cosme Velho-Paineiras) inaugurado em 1884. No ano seguinte, 1885, o segundo trecho foi concluido, completando a ligação com o cume. A ferrovia, que tem 3.800 metros de extensão, foi a primeira ser eletrificada no Brasil, em 1906. A construção do Cristo Redentor ainda é considerada uma dos grandes capítulos da engenharia civil brasileira. O dono do projeto levou sua vida inteira construindo a estátua, que foi construída em pedra-sabão, originária do próprio pico do C0rcovado.
Creditos:
visitem estes links e saibam muito mais sobre o CRISTO REDENTOR.
************************************************

PORTUGAL



LENDA DO GALO DE BARCELOS
Ao cruzeiro seiscentista que faz parte do espólio do Museu Arqueológico da cidade, anda associada a curiosa lenda do galo.
Segundo ela, os habitantes do burgo andavam alarmados com um crime e, mais ainda, por não se ter descoberto o criminoso que o cometera.
Certo dia, apareceu um galego que se tornou suspeito.
As autoridades resolveram prendê-lo e, apesar dos seus juramentos de inocência, ninguém o acreditou.
Ninguém julgava crível que o galego se dirigisse a S. Tiago de Compostela em cumprimento duma promessa; que fosse fervoroso devoto do santo que em Compostela se venerava, assim como de São Paulo e de Nossa Senhora.
Por isso, foi condenado à forca.
Antes de ser enforcado, pediu que o levassem à presença do juiz que o condenara.
Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado, que nesse momento se banqueteava com alguns amigos.
O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante a incredulidade dos presentes, apontou para um galo assado que estava sobre a mesa e exclamou: -
É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.
Risos e comentários não se fizeram esperar, mas pelo sim e pelo não, ninguém tocou no galo.
O que parecia impossível, tornou-se, porém, realidade!
Quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou.
Já ninguém duvidava das afirmações de inocência do condenado.
O juiz corre à forca e com espanto vê o pobre homem de corda ao pescoço, mas o nó lasso, impedindo o estrangulamento.

Imediatamente solto, foi mandado em paz.

Passados anos, voltou a Barcelos e fez erguer o monumento em louvor à Virgem e a São Tiago.


Créditos:
http://sotaodaines.chrome.pt/Sotao/lenda_do_galo_de_barcelos.html
Esperamos ter agradado a voces, e que possam nos dar a vossa opinião.

2 comentários:

nena disse...

Cultura...é tudo de bom!
Bjos,Nena

Cat & Meggy disse...

Ola! chamo-me Catarina e em conjunto com a minha irmã fizemos um blog onde apresentamos os nossos trabalhinhos (agulhasealicates.blogspot.com). Resolvi deixar um comentário porque gostei muito do seu blog e porque este galinho me diz muito, uma vez que sou natural e moro numa freguesia do concelho de Barcelos.Desejo muitas felicidades para o seu blog e se tiver um tempinho que visitre o nosso